Aproximadamente 500 milhões de telefones em todo o mundo têm WhatsApp (o que dá pra encher 11.100 Morenões, numa comparação nível jornalístico-campograndense) – e boa parte dos usuários brasileiros começou a entrar em pane desde que o serviço começou a cair e apresentar mau funcionamento depois que foi comprado pelo Facebook. Foi nesse momento também, que começou a cair a ficha na maioria dos usuários que o WhatsApp não é de graça: você só está usando um trial que dura um ano. E aí, pagar pra ver ou mudar antes que seja tarde?

Seja por medo de uma mudança radical no aplicativo, ou querendo garantir um pouco mais de sua privacidade, muitos estão procurando serviços alternativos ao WhatsApp, e você conhecê-los-á aqui, agora!


(1) Viber

Fonte da imagem: http://showmetech.band.uol.com.br/viber-e-lancado-para-android-faca-ligacoes-voip-para-outros-android-e-iphone-de-graca/

De longa data, o Viber apresenta várias funções que fazem dele um aplicativo muito mais completo que o WhatsApp e, pela ironia do mercado (aquela mesma que levou o MSN a ser mais famoso que toneladas de outros programas muito melhores e mais estáveis), nunca teve tanta fama quanto seu concorrente direto.

Usuários mais antigos reclamarão que o aplicativo era um pouco pesado, demorando a rodar em celulares mais antigos e com qualidade de vídeo duvidosa – mas muitos desses bugs foram resolvidos e, nos celulares atuais, roda perfeitamente. O maior ponto positivo para o Viber é que ele conta com uma plataforma de uso no PC e você não precisa fazer nenhuma gambiarra pra poder utilizá-lo enquanto está longe do celular. Ponto para o roxinho!


(2) Voxer

Fonte da imagem: http://reviews.cnet.com/software/voxer-walkie-talkie-ios/4505-3513_7-35813071.html

O Voxer transforma seu celular num Walkie-Talkie, pra quem nunca teve infância. A proposta do aplicativo é exatamente trabalhar mensagens de voz, imagens e vídeos, deixando o texto de lado (embora haja a possibilidade de enviar texto, não se engane!). Pode parecer meio estranho para quem está acostumado a digitar desde… bem, desde que pegou o primeiro celular na vida, mas a qualidade do áudio e a intuitividade do aplicativo surpreende e conquista seus usuários – que podem escolher ouvir a mensagem enquanto ela ainda está sendo gravada (sem ficar naquele drama esperando o “gravando áudio” sumir do status). Serve bem para quem tem mania de conversar só por áudio no whatsapp.


(3) Tango

Fonte da imagem: http://www.ilifegeeks.com/the-top-5-apps-for-mobile-video-calling/

O Tango traz algo que as empresas de telecomunicações tentam fazer há anos mas não conseguem – videochamadas práticas, fáceis e de qualidade. Claro, se o seu celular não tem câmera frontal ou você faz uma gambiarra conversando no banheiro com as pessoas ou você fica mostrando o chão pra pessoa, mas é um aplicativo que vale a pena testar, nem que seja pelo design prático (que vai te prender a ele como nenhum outro aplicativo dessa lista).

O segredo do Tango pra lutar contra ele mesmo, o Skype, é simples: você não precisa de uma conexão excelente (3G já basta) e ele faz chamadas grátis para telefones. Sim, isso mesmo, através da 3G o Tango faz ligações para números de telefone, assim como o Skype, só que grátis. Já correu pra baixar?


(4) Line

Fonte da imagem: http://goodkindofgeek.com/2013/02/08/line-app-reviews/

O Line faz sucesso no Japão. Isso já deveria soar como uma espécie de aviso para qualquer usuário, mas a gente explica ainda mais. Junto com o aplicativo, já vem uma série de stickers (porque vocês ficam inventando nomes novos para emoticons?) no pacote e você pode baixar ainda mais uma infinidade quando já estiver usando o aplicativo. Super-fofo né? Pois é, exatamente isso. No Line você vai definitivamente lembrar porque você detestava aquele monte de carinhas no MSN e pessoas que conversavam com letras coloridas e piscantes (embora não esteja tão ruim a situação).

Mas calma, nem tudo é tão triste e vileiro no Line: o aplicativo conta com uma timeline que você pode usar como eram os status do MSN (o que pode ser bem prático muitas vezes) e são interativos (ao contrário dos do Whatsapp, que são apenas mensagens estáticas que ninguém olha) e o aplicativo também faz chamadas grátis para os usuários asiáticos (bom, você sempre pode ir pra Indonésia de vez em quando né).


(5) Telegram

Fonte da imagem: http://www.phonearena.com/news/Telegram-secure-instant-messaging-app-review-encrypted-speed_id52251

O mais novo queridinho da web é o Telegram. Apresentado como solução definitiva por ser open-source (o código fonte é público, qualquer um pode vê-lo), foi abraçado por quem ama software livre e divulgado como se fosse “200% seguro” – há até um prêmio de alguns milhares de dólares para quem conseguir hackear o aplicativo.

Tá, mas beleza, qual o ponto da boniteza do Telegram? Lembra do Snapchat, aquele app que você pode mandar fotos e vídeos que vão ser auto-destruídos depois de visualizados? Você pode configurar o Telegram para fazer isso com conversas inteiras, algumas mensagens ou até mesmo fotos. O ponto chateante do aplicativo é que ele não tem suporte para mensagens de voz – e nem está nos planos dos seus desenvolvedores.


Já escolheu o seu?

Igreja

 AH

Mentiram para nós. Eu vejo agora e é como se estivéssemos olhando alguns anos de mentiras. Nós não somos nada. Não somos geração alguma. Deus não nos separou para conquistar o mundo, e Ele não reservou nenhum propósito dançante ou cantante. Não somos nós que vamos celebrar a glória ou vê-Lo saltando pelos montes para trazer os novos tempos. Não somos nós que vamos conviver com o reinado da besta, seja através de chips ou de códigos de barra implantados na nossa mente.


Não fomos nós que causamos a perdição, e não somos nós que traremos a salvação para toda a Terra. Lembra daquela conversa de “você é especial?” Não, você não é. É como qualquer outro, de Sete a Salomão, de Davi a Nicodemos. Você não vai comandar o Exército dos Exércitos ou advogar pela Salvação. Do jeito que lá vai, nem escudeiro de um soldado raso nessa guerra espiritual você vai ser.

Acostume-se com isso. Engula a verdade ao invés de se apegar às mentiras que têm nos sido enfiadas pela garganta nos últimos anos. Não vivemos tempos triunfalistas. Não somos o primeiro nem o último ano da seca ou das vacas magras. Estamos bem ali, no meio, onde ninguém lembra.

Somos uma daquelas gerações de Números ou de Deuteronômio que as pessoas insistem em não dar importância. Somos parte daquele povo que maldisse o próprio Deus enquanto caminhava no deserto, a despeito de toda a Glória nos nossos dias. Maldizemos o sol, embora ele seja a esperança de uma nova vida. Amaldiçoamos o calor, por mais que ele nos traga o caminho. Praguejamos contra o frio por mais que ele nos lembre do nosso foco. Se formos uma geração, somos uma geração inteira de Nínive, que não vale a pena salvar.

Estamos perdidos, e nos agarramos desesperadamente a uma crença de que estamos perdidos por algum motivo especial, fora a nossa própria torpeza. Vivemos como marionetes, comemorando anos de vida e fingindo que não estamos abraçando desesperadamente nossas teologias de libertação e consagração, como se elas se diferenciassem de qualquer outra brisa refrescante de doutrina velha com cara de nova.

É como se tivéssemos um ar-condicionado que só funciona a ventilação e fingíssemos pra nós mesmos que é pra isso mesmo que ele serve. Mas não é para isso que Ele está aqui. Não é para nos fazer ricos, nem para trazer dinheiro ao pobre. Não é para que sejamos felizes ou tenhamos um propósito de vida, como tanto sonhamos com viagens épicas ao Santo Graal da Verdade.

Se na Idade Média sonhavam com uma Verdade contida num cálice de ouro, hoje sonhamos com uma Verdade contida numa felicidade, num propósito que seja tangível – e estamos tão errados como sempre estivemos, desde que Moisés recebeu as leis até o surgimento de um cara que descobriu que era Deus porque sentiu que ele estava falando consigo mesmo durante uma oração.

Somos medíocres. Normais. E quanto mais cedo percebermos isso, melhor para a Igreja de Cristo.


Opinião

Alô internet!

Há muito tempo eu venho pensando nesse post e foi nessa madrugada de ontem pra hoje que eu resolvi finalmente fazer esse post. Temos aqui agora, exclusivamente para vocês, o melhor do melhor, o supra-sumo da internet cristã-protestante-evangélica-neopentecostal-jovem-l0k4-por-Jesus:

OS CINCO MELHORES VÍDEOS DO MEU, DO SEU, DO NOSSO: PASTÔ LUCINHO!

Conhece esse cara?

Claro, não pegamos todos os vídeos, mas aqueles que são o ponto alto do programa dele: quando ele responde perguntas dos fiéis pela TV no seu programa-cópia-do-Danilo-Gentilli, Nunca é Tarde. Não, não basta copiar o formato, o estúdio e uma banda de gosto duvidoso (conseguiram até achar uma banda de gosto duvidoso gospel) – precisava copiar até o nome do programa. Ainda bem que Deus é o Deus de todas as coisas inclusive criatividade (imagina se não fosse).

Sem mais delongas, vamos aos vídeos! Lembramos que: (a) Se você passar mal, a culpa é única e exclusivamente sua, por ser burro e tapado suficiente para ver vídeos em série desse rapaz. Sempre levante e tome um copo d’água entre um vídeo e outro. (b) Se você tiver acessos de fúria, vide letra a. (c) Se você tiver acessos de riso e não conseguir mais levar nada a sério, vide letra a. (d) Se você for demitido por rir alto demais no trabalho, vide letra a. LOGO esse post é NSFW (Not Safe for Work). Prossiga assim como você prosseguia no Assutadorpontocompontobr, por sua própria conta e risco:


(1) POSSO FAZER MÁGICA PARA ENTRETENIMENTO??

Não, não basta a pergunta ser sobre magia negra satânica ocultista invocadora de satã, ele fala sobre RPG. Pego a melhor citação do vídeo para você se preparar pelo que vem pela frente:

RPG é um jogo que você literalmente brinca com o destino e com o futuro dos outros invocando espíritos



(2) PASTÔ, O QUE A BIBRA DIZ SOBRE BARALHO??

Entra no google, que você vai ver que o rei no baralho é o diabo. A Valete, a senhora (mas valete não era homem?) é Maria. E a Copas (o naipe inteiro?) é filho (não era A copas?) é o filho do cruzamento do diabo com Lúcifer (tipo Lilith?)

O engraçado que ele responde a pergunta em três segundos “A bíblia não fala de baralho”. Aí… eu não sei nem como comentar esse vídeo, sem cometer uns 4 ou 5 pecados aqui. Mas chegue até os 2:50 e imagine a conversa entre Deus e Lucinho que ele elucida sobre brincadeiras. “Vá brincar de dormir e de comer” talvez seja o melhor conselho desse vídeo. Mas como de Deus não se zomba, do pastô pode!



(3) ASSISTIR FILME DE TERROR É PECADO??

A citação do vídeo, já entrego de bandeja:

O filme de terror é uma sessão espírita de macumba na sua casa.

Mas com certeza vale a pena assistir o vídeo pra ver o Pastorcito de 40 anos: (1) admitindo, meio sem-querer que tem medinho de filme de terror; e (2) quando recebeu uma contra-argumentação tão estapafúrdia quanto o argumento que ele propôs, falando ser herético – já pode entrar pro Reforma que Passa, hein Lucinho! Manda Currículo. Ah, se alguém entender a história que o vocalista do Ultraje a Rigor Gospel contou sobre o cowboy, me avise.



(4) UM CRENTE PODE FAZER YOGA??

A palavra Yoga significa acorrentar-se, e a base da Yoga foi para unir o corpo da pessoa com os deuses do budismo. Aos grandes deuses do hinduísmo. Eu posso falar porque eu estive na Índia.

Eu mesmo posso falar de curandeirismo das tribos guaranis porque já fui no Pará. Fico feliz também pelo Pastor Lucinho ter resolvido todas as diferenças entre budistas e hinduístas que já tem aí seus mais de 5 SÉCULOS de distanciamento, além de agrupar todos os budistas num grupo só. Podia ajudar e fazer isso com as milhares de denominações protestantes também, não? Ou juntar os protestantes e eles com os católicos é pecado?


Fica, além disso, a remissão a este vídeo, que ele usa a mesma argumentação para afirmar que pode sim fazer acupuntura. Vai entender….

(5) UM CASAL CASADO PODE FREQUENTAR MOTEL?

Talvez a melhor resposta. Talvez seja essa realmente a resposta que aclamará a importância desse cara no mundo. Não, é sério.

Você consegue imaginar o Pai, o Filho e o Espírito Santo entrando no motel?

E Jesus conheceu a prostituta na padaria, naturalmente.

Observação importante: segundo o menino Lúcio Barreto Júnior, a pomba é figura do diabo, não do Espirito Santo.


BÔNUS

Esse nem é uma pergunta, mas tá aqui pra vocês fortes, resistentes que viram até aqui esses vídeos. Se você não sofreu, nem por um minuto, vergonha alheia, prepare-se, porque AGORA VAI:

Mesma lembrança de sempre: para melhor entender a pataquada, a babaquice, o nível de transtorno mental do cidadão pastor ungido, assista o vídeo até o final, mesmo que isso custe a sua sanidade.


E você? Sobreviveu até aqui? Se achar algum vídeo que poderia ser incluído nessa lista, comenta aí!