Pesquisa realizada e divulgada nacionalmente, diz que alguns brasileiros perdem duas horas em transporte público. Eu já disse aqui, anteriormente, que essa questão de perder tempo era algo bem relativo – e sobre a tecnologia que só vem pra atrapalhar.

Interessante que a pesquisa fala sobre o tempo que os brasileiros perdem (até duas horas por dia) no transporte público e é divulgada justamente com coisas que poderiam ser feitas ao invés de ficar parado no ônibus, se todos tivéssemos carros. A divulgação da pesquisa não menciona, por acaso, algumas melhorias que podem ser feitas no transporte público (ou algumas medidas que cidades, no Brasil e exterior, tomaram que surtiram um efeito positivo) ou até mesmo qual seria a consequência de, de repente, todo mundo arrumar um carro e resolver ir trabalhar num dia.

Ao invés de começar a espremer seu orçamento, e entrar num financiamento pra comprar um carro (e ter todo um universo de contas e manutenções novo inteirinho pra você) – torne o tempo que você morre de tédio no ônibus em algo útil (embora dormir sempre seja a melhor opção; uma das mais úteis por sinal).

Se você não suporta ler (seja por enjôos, ou por desconcentração), baixe um audiolivro. Estude antes de ir pra aula, ouvindo um professor, ao invés de reclamar do sujeitinho que ouve funk sem fones de ouvido (se quiser, pode até ouvir a aula SEM fones de ouvido, e sentir a emoção que o funkeiro sente). Lógico, você vai precisar de um celular/mp3; mas isso não é a coisa mais cara do mundo.

Se você ainda é crente, pode baixar a versão em áudio da bíblia e já fazer a sua devocional em plena João Naves – veja só.

Seja inteligente e use seu tempo de forma agradável. Por mais que todo mundo diga que seja perda de tempo, você sabe o que é melhor.

Brasileiros perdem duas horas em transporte público

Categoria: Utilidade Pública
0
44 views

Deixe uma resposta