Manuais de Etiqueta

Manuais de etiqueta por si próprios já são complicados quando falamos do Poder Público. Enquanto deveria ser buscada a mínima regra de convivência, muitas vezes acaba-se engessando por demasiado alguns pontos. Enquanto vemos alguns avanços, como por exemplo no Rio de Janeiro, onde o Tribunal de Justiça desobrigou advogados a despacharem de terno e gravata durante o verão (mas o tema acabou tendo que parar no Conselho Nacional de Justiça), em outros locais as coisas não andam tão facilmente na mesma direção.



É o caso do novo Manual de Etiqueta proposto pelo recém-empossado presidente da Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, que insere, dentre outros comportamentos, regras que visam proibir:

  • Gravatas de bichinhos
  • Meias que não combinem com as calças e sapatos
  • Costas à mostra
  • Apertos de mão que não tenham exatas 3 sacudidelas.

(todos os comportamentos não-recomendados estão na reportagem da Revista Fórum)

Enquanto pode-se dizer que se busca a formalidade e até mesmo a seriedade da prestação de um serviço público, é bom lembrar que o legislativo municipal é um espaço de atuação direta da comunidade no poder público, ou seja, não é a população que deve se adequar a um código de convivência que não a representa em sua vida, mas, na medida do possível, o contrário – o Poder Público Municipal deve se aproximar da população e da sua forma de comunicação.

São medidas como estas que provocam o constrangimento da sociedade dos seus órgãos representativos – veja bem, estamos falando sobre combinações e gostos estéticos pessoais. Gravatas com bichinhos, meias que não combinam com calças e sapatos, quantidades de sacudidas em apertos de mão, qual a relevância dessas determinações para auxiliar a administração pública? Segundo o próprio presidente da Câmara, “enquanto estiver na repartição pública, [o cidadão] tem que dar ao respeito e estar bem-vestido”.

Uma mostra de que se existe uma crise nos poderes legislativos municipais, é a de abstinência de trabalho.


Câmaras Municipais e seus Manuais de Etiqueta

Categoria: Opinião
0
102 views

Deixe uma resposta