Eu não sou servo de Deus, sou amigo. Não sou servo porque não obedeço todas as vezes que Ele manda. Sou amigo porque sempre faço muita besteira, e Ele sempre me desculpa. Sou amigo porque a nossa relação não é tão boa quanto Ele gostaria ou se empenha, mas mesmo assim não desistimos dela. Não sou servo porque o senhor usa o seu servo, e na verdade, nós nos gostamos tanto, que chegamos a nos amar – da maneira mais heterossexual possível.

Eu não sou servo de Deus porque eu não sirvo para isso. Não sirvo para fazer algo de útil – quem dirá fazer o bem, para trabalhar pra Ele. Por isso sou amigo, porque eu preciso da ajuda dEle pra fazer qualquer coisa que preste. Eu preciso dEle pra reafirmar todo dia meu amor pela minha namorada. Eu preciso dEle para olhar à minha volta e não sair correndo pra Maringá e arruinar tudo isso que a gente construiu nos últimos meses – isso porque de vez em quando eu causo algumas rachaduras na nossa fundação. Eu preciso dEle pra olhar pro Corsa que me fechou e não sair correndo atrás do motorista pra passar um susto –daquele jeito que só motoqueiro sabe dar.

Eu sou amigo dEle, não por mérito meu, mas exatamente por todas as minhas falhas. São elas que me guiaram à inevitável amizade, pois se ele não se importasse com o meu amadurecimento, com a minha vida, eu seria apenas um servo.

Friendsheep.

Categoria: Igreja
1
88 views

1 comment

Deixe uma resposta