Acostumei a me deitar nessa cama vazia
Você distante além do que a gente queria
Os dias passam e a coberta continua fria
Perco o sono, como há muito não perdia

Tudo se passou, de nós ficou só o adeus
Tudo já mudou, e as promessas ficaram
Você saiu de casa, deixou a janela aberta
E sem você aqui, eu não consigo fechar

Toda noite o vento entra, me arrepia
Sem você, minha cama continua fria
Penso em levantar, ir me esquentar
Mas eu sei que a janela não se fechará

Tudo se passou, de nós ficou só o adeus
Tudo já mudou, e as promessas ficaram
Você saiu de casa, deixou a janela aberta
E sem você aqui, eu não consigo fechar

Conto as horas enquanto o sono não vem
Lembrando como era bom ter você aqui
Não me importava se a janela ia se abrir
Nos acostumamos a fingir que tá tudo bem

Tudo se passou, de nós ficou só o adeus
Tudo já mudou, e as promessas ficaram
Você saiu de casa, deixou a janela aberta
E sem você aqui, eu não consigo fechar

Toda noite o vento entra, me arrepia
Sem você, minha cama continua fria
Penso em levantar, ir me esquentar
Mas eu sei que a janela não se fechará

Janela Aberta

Categoria: Sem categoria
1
34 views

1 comment

Deixe uma resposta