Tem algumas coisas que eu simplesmente não entendo. Não fazem sentido para mim. E, situações nas quais a gente não entende, não vê sentido, raramente a gente consegue lidar com jeito, certo?

Pois então. Há pessoas que não vêem sentido na fé, outras não vêem sentido em jogos de futebol, eu não vejo sentido em aniversários.

É useless. Sinceramente, na boa. Porque comemorar o aniversário de alguém? E ainda mais: darmos PARABÉNS por isso? O que o cara fez de tão bom?

Quando a pessoa se forma – putz, parabéns, cara. Formar é dureza, faculdade é tensa. Quando a pessoa se casa – whoa, parabéns, fi! Conseguiu enganar ele(a) direitinho fingindo que era gente, né? Quando a pessoa tem um filho – melhor não fazer o comentário aqui, mas sei que vocês pensaram muito bem nele.

Mas o que a pessoa fez pra merecer parabéns? Se ela toma bomba na faculdade, a gente dá parabéns, se ela faz um filho na hora errada, abandona a ex-mulher, taca fogo num prédio, é pego pela polícia com 14 kg de cocaína refinada, ou se vira pastor.

Todas essas pessoas (ou uma só, vai saber, foi um ano agitado – se bem que uma pessoa que faz tudo isso, merece parabéns, de fato) recebem aquelas belas congratulações, cartões de aniversário do Garfield e, pelo menos uma camiseta polo ou o par de meias mais… exótico.

Ao fim, porquê? Parabéns por ter sobrevivido? Por não ter se matado? Veja só.

A vida nos dias de hoje anda tão perigosa, que o simples fato do cidadão não ter morrido é digno de parabéns.

 

Hoje é aniversário da @joyceAdeline. Bom trabalho, em sobreviver, garota!

– o mesmo não posso dizer da @AVeronica_, NÉ? Que anda quase falhando por aí.

 

‘Não entendi’, diria o Tatá.

Categoria: Opinião
2
42 views

2 comments

Deixe uma resposta