O que você quer é isso em larga escala. Nós sabemos.

Morar sozinho dá trabalho, todo mundo sabe. Se não fosse tão trabalhoso, a gente não entraria entre crise em sair da casa dos pais e todas as facilidades e problemas que isso traz e arrumar logo um canto pra fazer nossas porcarias em paz – e não venha com essa, nós sabemos que é assim.

Só que existe uma coisa pior do que morar sozinho e ter que se virar – quando você mora sozinho, toda menina que você fica enrolado quer se mudar pra sua casa. E não é aquela história bonitinha da menina arrumadinha, que vai se integrar perfeitamente ao caos que você criou e que se dá bem – afinal você descobriu que a privada sem tampa é muito mais prática (tanto para fazer xixi de madrugada como para vomitar logo depois da balada) do que aqueles pedaços de plástico que insistem em ficar no meio do caminho quando a gente tá tentando fazer algo sem ver direito (aplicável nas duas situações, portanto).

Afinal, quando uma menina decide que quer morar com você (e isso vai acontecer em algum ponto do relacionamento, mesmo que seja nos primeiros cinco minutos de conversa com ela enquanto você tentava na verdade fugir dali o mais rápido possível – mas é educado demais pra deixá-la falando sozinha), ela age da mesma maneira que quando ela está afim de você.

Ela não te dá uma flor e te pede em namoro. Ela vai devagar, esperando que você veja, e a convide formalmente (por mais que você esteja almoçando com ela todos os dias há mais de 3 meses e que ela saiba os números da sua agenda do telefone de cor (principalmente do sexo feminino). Então, ela vai dormir na sua casa – uma vez. E acaba ficando outra noite. E outra – e outra.

Quando você para pra pensar em como aqueles pares de meia foram parar no cano do chuveiro e que você não tinha tantos shampoos assim, você não vai conseguir se lembrar de quanto tempo realmente ela está ali, no seu quarto.

E aí são programas cancelados com os amigos, são móveis rearranjados e cada dia mais uma peça de decoração especial que você não esperava ali. Se a sua geladeira tinha todos os tipos de fast-food que você não tinha conseguido digerir durante a semana, agora ela vai ter iogurte do pior tipo (aquele que te faz cagar) e ceras de depilação estarão presentes no seu micro-ondas (sim, no lugar sagrado de esquentar a comida de ressaca).

Seu quarto num futuro bem próximo

E nessa hora, quando você vai colocar o seu hot pocket de bacon feito de isopor no microondas, enquanto decide se vai beber um suco intragável de uva ou maçã e dá de cara com uma cera de depilação, você conclui – essa garota precisa sumir.

Não é que você não goste dela. Mas você saiu da casa dos seus pais pra ter as suas coisas, poxa e não com uma menina aí enchendo. Afinal, não é todo dia que vocês se dão bem. Quer  saber como tirar ela da sua casa, sem provocar drama, brigas ou desentendimentos?

Faça como faria com qualquer outra praga – deixe passar fome. Bróder, geladeira vazia, pé na tábua pro trabalho antes da menina acordar e voltar de noite depois de ter comido, ela volta pra casa dilma vez.

Agora se você chegar em casa, e a mina tiver feito compras e enchido a geladeira, bróder – cê tá lascado. Mas é uma menina que vale a pena, se ela gastar dinheiro com isso.

Morar sozinho não é fácil, bróder.

Categoria: Utilidade Pública
0
115 views

Deixe uma resposta