Uma das coisas mais repetidas no evangelismo é sobre buscar a Verdade – busque a verdade, e ela a libertará (Jo 08:32), e acreditamos como a verdade nos salvará de tudo. Só que nem sempre somos lembrados que ser liberto não é buscar só uma verdade, mas toda a verdade.

E a verdade machuca. A verdade dói. A verdade é que eu sou um pecador, e hipócrita. A verdade é que eu grito que sou livre, mas quanto mais tento provar que sou livre, mais provo que sou escravo. A verdade libertará, dizem. E respondo – a verdade é que eu não sei viver a verdade. É mais fácil lidar com a mentira que com a verdade (ou não lidar com nada e me omitir).

Não fui ensinado a lidar com a verdade (esta é a verdade). Se eu dou de cara com uma verdade, me ensinaram a fugir dela. Se alguém me decepcionar, sou aconselhado a me afastar dessa pessoa, porque ela me fez mal. Se uma situação pode revelar o verdadeiro caráter de alguém, sou tentado a fugir dela. A fugir de discussões, a maquiar o que sei, e deixar a pessoa se enrolar em teias de mentiras.

E mais uma vez, fujo da verdade. Porque a verdade é que se eu pressionar a pessoa a ponto de fazê-la mentir, se eu souber que ela está mentindo e não fizer nada, eu vou ser culpado pela mentira dela. E essa verdade é agoniante, nós precisamos que revelar a verdade.

E é exatamente essa a palavra – precisamos revelar a verdade. Não é uma obrigação que se deve, mas é uma necessidade para nossa sobrevivência no Caminho que nos propomos a seguir. Não só buscar a verdade, mas revelá-la, em todas as instâncias.

Não só deixar de fugir da verdade, procurá-la. Não só conhecer a verdade, mas compreendê-la. Não só saber da verdade, mas revelá-la.

Não busque a verdade

Categoria: Igreja
0
29 views

Deixe uma resposta