Você aí, rapaz que sempre se achou uma pessoa superior por ter carro na hora de sair com as meninas e dar umas pedradas – eis que te dou, a partir de agora 5 motivos: porque é melhor sair com uma mulher de moto[bb] do que de carro[bb].

1º)  Você não vai pegar trânsito.

Cinco minutos de moto. Ou quarenta, de carro.

A não ser que você queira se atrasar. Numa moto você só vai chegar tarde se não quiser muito se molhar (o que vai ser definido em outro tópico). Por mais que 18 horas seja a hora do ruch e tenha 40km de congestionamento, 15 carros num engavetamento e 3 ruas fechadas pelo DMAE, você de moto, passa por entre os carros, passa em qualquer meio metro de pista e sobe na calçada com a facilidade de uma mosca fugindo de palmas da criança.

2º) Se você não estiver tão animado assim, qualquer chuvinha é desculpa.

"Cara, eu tô sentindo que vai chover..."

Como eu disse no tópico anterior, não é qualquer chuvinha que desmonta um motoqueiro – a não ser que ele não queira muito sair. Não sabe que desculpa dar pra guria? Fala que o tempo tá fechando, e você não quer sair pra deixar ela  molhando, na chuva e tal. Fica pra próxima, bebê. Foi mal aí.

E poxa, não foi um corte, não foi um fora – você só tá cansado naquele dia, e afinal, tá chovendo. Ou quase.

3º) Você evita silêncios constrangedores na ida. Ou, mais importante, na volta.

"Quê? Sua vó pede rúcula?"

Quer coisa mais chata quando você sai com alguém e não tem muito assunto ainda – afinal pombas, vocês nem se conhecem direito, e você fica naquele silêncio sem-graça quando tá levando ela pra algum lugar. Num carro não tem muita opção: ou você conversa ou arrisca por uma música (e corre o risco maior de ela gostar de sertanejo universitáriotchereretchêtchê).

No terceiro motivo você já está pensando seriamente em arrumar uma BIZ, na moral. Mas não para por aí.

4º) Moto é o melhor quebra-gelo de qualquer situação.

"Relaxa, que dá"

Perguntou se o pai dela estava em casa e ele estava (num vaso em cima do hack da TV)? Perguntou o que o irmão dela tinha fumado e era maconha? Descobriu que ela é tailandesa? Pisou no gato dela? Rapaz, na moto você pode mudar tudo isso, e sair dessa situação que você se enfiou.

Quinze minutos de emoção, alguns finos passados por outras motos, carros, fiorinos, ônibus ou caminhões (dependendo da intensidade do gelo que você tenha que quebrar – e da sua determinação), e rapaz – qualquer coisa cai por terra quando vocês (claro, desde que não seja culpado pela situação, né, infeliz) passam por uma situação de quase morte, aí você emenda qualquer assunto que a conversa flui numa beleza que só ela.

5º) Se você for muito carente, a moto pode te ajudar nisso.

Tátudubeiagora.

Afinal, a moto só dá três opções: ou a guria segura na moto, ou em você – ou ela fica pra trás (fica mesmo). Se você quer um abraço, está carente, ou alguma coisa do tipo, qualquer movimento que pareça um pouco brusco (por mais que não seja) é tudo que a menina precisa pra se agarrar desesperadamente a você, como se a vida dela dependesse disso (na verdade, a intenção dela é não cair sozinha, mas isso não vem ao caso).

Sair com ela de carro ou de moto? Cinco motivos pra mudar seus conceitos

Categoria: Opinião
0
44 views

Deixe uma resposta