Uma vez me disseram que os olhos são a janela da alma. Que se alguém, se souber onde olhar e como olhar, consegue ver quem você realmente é. Deve ser por isso que as pessoas evitam tanto contato ocular hoje em dia, não querem se revelar assim tão facilmente para estranhos. Deve ser por isso que eu tenho tanto medo de olhar nos seus olhos. Não que eu tenha medo de você descobrir quem eu realmente sou (isso você já fez há muito tempo), mas eu tenho medo de ver o que você achou de mim através do seu olhar.

Medo da rejeição, medo do estranhamento – da sua opinião sobre mim, tão assim estampada na sua cara (ou nos seus olhos). Depois de tudo que passou, de tudo que se foi, e principalmente, de tudo que veio, eu tenho medo de nesssa hora, você me rejeitar com seus olhos.

Porque bom. Os olhos não mentem.

Terminou de digitar, e escondeu a cabeça no meio das mãos. Bagunçou os cabelos, sem saber o que fazer direito, e acabou suspirando. Levantou-se, foi até a janela, que se encontrava em pedaços, e saiu. No notebook rosa, continuava a mensagem.

… Um medo

Categoria: Contos de Domingo
0
140 views

Deixe uma resposta