Você pode gostar de filmes de terror. Pode até ter uma tara daquelas quase igual otakus que colecionam um monte de coisas – mas aposto que você não teria coragem de visitar Silent Hill, se ela existisse de verdade.


Num emaranhado que gerou vários jogos, filmes e até mesmo uma série, Silent Hill utiliza elementos de parapsicologia e filosofia. Resumindo bem, Silent Hill é um lugar onde o seu pior pesadelo se torna realidade. É uma cidade isolada que fica ao lado do Lago Toluca, nos Estados Unidos, que, como em muitas cidades pequenas de histórias de terror e filmes, é permeada por um antigo mal demoníaco e tem criaturas rondando as ruas e os prédios, que só podem ser vistos por pessoas “especiais”. Como uma descrição, na capa de um dos jogos, dizia: “Toda cidade tem seus segredos. Alguns são apenas mais nefastos do que outros”. A cidade, continuamente, troca entre a nossa realidade e a decadência do “outro mundo”, sempre criado pela mente perturbada de um dos personagens

Tem certeza que não existe? Dê um passo à frente no mapa, por sua conta e risco.

(Vi no Hoje é um Bom Dia)

Você gosta de Silent Hill?

Categoria: Sem categoria
91 views